EHTS

Transforme o seu departamento jurídico utilizando o Analytics para fazer análises, estudos e auxiliar na tomada de decisão.

Analytics e uso de dados têm sido um tema cada vez mais frequente entre os departamentos jurídicos.

Ao contrário do que muitos pensam, a tecnologia não vem para roubar seu emprego. A tecnologia vem para ajudar os profissionais. A área jurídica está passando por uma grande transformação com o uso do analytics.

Quando uma demanda aparece no departamento jurídico, são procurados dois tipos de opiniões: A opinião expressa com base na experiência do profissional e a opinião expressa com estatísticas.

Essa opinião expressa com estatística é obtida com o Analytics que é uma prática de investigar um grande volume de dados.

A investigação desse grande volume de dados em conjunto com análises, corroboram as opiniões, os posicionamentos e as decisões do departamento jurídico.

Quando falamos em dados e análise deles por Analytics, estamos falando da união acelerada pela tecnologia de pessoas e processos.

É possível garantir uma melhor gestão através da tomada de decisões direcionadas por dados.

Qual a importância do uso do Analytics no departamento jurídico?

Utilizar o Analytics no departamento jurídico é uma forma de trazer previsibilidade, estimativas de prazos e encontrar intersecção em cenários para obter respostas.

Isso porque o uso do analytics permite relacionar informações e direcionar decisões por dados.

Além disso, outro fator importante é aproveitar toda experiência do passado. As empresas não deixam de ter desafios se o quadro de funcionários é alterado.

Com o uso do analytics é possível realizar levantamentos, fazer organizações e análises de dados com experiências passadas para tomar decisões, desenhar fluxos e otimizar recursos.

Entendendo possíveis resultados com o Analytics

Diariamente sua empresa recebe e coleta vários dados, esses dados geram informações, as informações geram conhecimento e os conhecimentos insights importantes.

Quando o departamento jurídico se depara com uma problemática, há questionamentos importantes a serem feitos:

  • Qual pergunta estamos buscando responder?
  • Quais dados estão relacionados com essa pergunta?
  • Quais desses dados são relevantes?
  • Quais são as fontes desses dados?
  • Quais pessoas e departamentos estão envolvidos?

Essas questões são importantes, pois nem sempre as informações estão concentradas no departamento jurídico, como é o caso de um dos casos de e-commerce que a EHTS atendeu.

Nesse caso, foi identificado que haviam 64% de processos relacionados a falhas de entrega de compras do e-commerce, isso estava gerando um alto custo de gestão, financeiro e de imagem da empresa.

Os dados necessários não estavam concentrados no departamento jurídico, a problemática de 64% de processos de entrega envolviam outros setores da empresa, foi necessário entender o fluxo de pedido, de entrega e a dinâmica das transportadoras responsáveis.

Ao realizar o levantamento dos dados foi detectado que os processos eram motivados por produtos não entregues e produtos entregues errados. A partir disso, foi descoberto fraudes nas transportadoras e que em determinadas regiões os pedidos não eram entregues, nessas regiões clientes faziam o pedido e usavam essa informação para entrar com processos.

O software que realiza a análise desses dados não poderia constatar os motivadores e problemáticas a partir do percentual de processos, por isso os questionamentos são importantes. Por isso, ao unir a capacidade de processamento de dados do analytics com pessoas traz mais inteligência para o seu departamento jurídico.

A partir dos questionamentos certos, foram descobertas várias questões, com os insights gerados nesse caso, é possível entender resultados futuros com a inteligência gerada.

Por exemplo, se começam a chegar processos de falha na entrega de uma outra região, já é possível usar os dados anteriores para a tomada de decisão, não só do departamento jurídico, mas da gestão da empresa.

O que os gestores vão fazer a partir da experiência passada? A empresa continuará permitindo a venda para a área ou as vendas serão pausadas até saber o motivo que levou o aumento do número de processos daquela região?

Aqui na EHTS temos vários casos como esse, onde há a transformação de dados em informação e da informação em inteligência e gestão utilizando o analytics.

Quando o analytics é implementado de forma personalizada e com as pessoas envolvidas, é possível entender melhor os cenários antes ofuscados e melhorar a entrega do seu departamento jurídico.

Por isso convido vocês para conhecer como o Analytics é a solução para otimizar o seu departamento jurídico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *